Fotos espalhadas

14:15

Fotos espalhadas pela cama e lágrimas escorrendo pelo rosto. 
É assim que eu me sinto ao ver tantas lembranças à minha frente. Vejo meus dedos entrelaçados em memórias antigas, casos passados, momentos inesquecíveis, amigos que ficaram para trás, sorrisos que não são mais os mesmos, abraços que sentem faltam dos braços, inúmeras coisas, inúmeras pessoas, lembranças que ficaram para trás e só restam as fotografias, algumas velhas por causa do tempo, outras sem cor, desbotadas que nem as pessoas ficaram. 
São eternas dores, são momentos repassados, revividos, momentos que existiram, mas hoje só se têm eles em mente. Os momentos  já se foram, já aconteceram, mas deixaram saudade que, com o tempo, só vem a aumentar. 
Queria poder revivê-los, nem que fossem apenas alguns, queria poder sentir todas aquelas sensações boas novamente. Quem dera poder voltar no tempo. Reviver momentos, rever pessoas perdidas. Como seria bom. 
Cada um deles representava um pedacinho de minha vida, e  ao ver aquelas lembranças em fotos sentia-me como se faltasse um pedaço de mim, do meu passado, pois hoje já não os tenho mais como amigos. 
Como sinto falta de tudo isso... Eu era  feliz naquela época, divertia-me, saía com  os meus amigos sempre. Só eles me entendiam, só eles riam das minhas piadas sem graça. Sinto falta de todos os momentos que passamos juntos. 

Porque é que o tempo passa tão rápido? Porque é que quando o tempo passa, leva todas as pessoas importantes de minha vida? Não foi nada fácil encontrar pessoas nas quais eu pudesse tanto confiar, jamais existirão pessoas como vocês, vocês foram excepcionais na minha vida. Sinto muito por todos terem que se separar, é uma pena, mas há um período na nossa vida que temos que cada um seguir o  seu caminho, cada um formará uma família e trabalhará. Não há como evitar essa separação, mas dói. 

Dói muito este processo, mas podemos fazer o que? É a vida…





ML

You Might Also Like

0 comentários

Número total de visualizações de página